Vodacom reforça ajuda ao Corpo de Paz no combate à malária

Operadora apoia causa que promove a prevenção da doença durante o período de maior risco

Para auxiliar no combate a um dos maiores flagelos que continua a afectar o continente africano, a Vodacom tem apoiado o Corpo de Paz, associação que se dedica a ajudar países em desenvolvimento, na missão de alertar as comunidades acerca das precauções a ter para evitar a doença.

Entre os meses de Outubro e Abril, as temperaturas amenas provocam o aumento da actividade dos mosquitos responsáveis pela malária. Nesta época de maior risco e não só, centenas de voluntários deslocam-se para várias regiões moçambicanas com o objectivo de ajudar as populações no combate à doença, alertando-as acerca dos cuidados, formas de prevenção e tratamento.

Existe ainda uma grande percentagem de pessoas que desconhece a forma de contágio da malária, consequentemente desconhecem também a forma de prevenção da mesma. Para mudar este facto, as equipas de voluntários presentes no terreno organizam actividades lúdicas em torno do tema para, de forma dinâmica, transmitirem às comunidades as informações necessárias para que estas saibam de que forma se devem proteger.

A participação da operadora telefónica neste programa passa pela oferta de medidas de prevenção directas, como redes mosquiteiras, às comunidades onde estão presentes os grupos de voluntários e onde decorrem as actividades de alerta e prevenção.

“Sendo a Vodacom uma empresa com uma política de responsabilidade social muito forte, não poderíamos de forma alguma deixar de apoiar esta causa na luta contra um dos maiores flagelos do nosso país. A malária continua a vitimizar muitos moçambicanos e, para travar isso, sabemos que é muito importante fazer chegar informações sobre a prevenção, o tratamento e a cura da doença até ao maior número de pessoas possível. Outra das razões que nos deixa extremamente orgulhosos é trabalhar em parceria com a Peace Corps, cujo trabalho admiramos e apoiamos a 100%”, disse Paula Zandamela, directora de Comunicação e relações públicas  da Vodacom.

A empresa de telecomunicações que tem a missão de “tornar Moçambique num país melhor” está constantemente envolvida em acções de responsabilidade social, de várias áreas, e o apoio a causas como esta é uma constante.