Vodacom é pioneira em Política Interna de Apoio à Maternidade

Vodacom Moçambique implementa nova Política Global de Apoio à Maternidade

Operadora móvel torna-se uma das primeiras organizações do mundo a definir uma Política Global de Apoio à Maternidade que engloba todas as mulheres grávidas que trabalham no Grupo Vodafone.

O Grupo Vodafone torna-se uma das primeiras organizações do mundo a implementar uma nova Política Global de Maternidade

A Vodacom Moçambique acaba de aderir a uma nova Política Global de Maternidade lançada hoje pelo Grupo Vodafone. Até ao final de 2015, é objectivo da Operadora implementar uma Política que envolva todas as colaboradoras mulheres, de todos os departamentos, das 30 Empresas operacionais onde o Grupo Vodafone está presente: África, Médio Oriente, Ásia, Europa e EUA. Esta nova Política, na qual a Vodafone é pioneira, oferece a todas as futuras mamãs Vodacom, 16 semanas de licença de maternidade pagas na totalidade e remuneração integral de 30 horas semanais nos primeiros seis meses de trabalho após a licença de maternidade.

A apresentação oficial desta nova Política aconteceu hoje no Hotel Vip, entre as 15h30 e as 17h. O evento contou com a presença do presidente do Conselho Executivo da Vodacom.

Para Jerry Mobbs, Presidente do Conselho Executivo da Vodacom "As mulheres compõem actualmente um número significativo de trabalhadores da Vodacom em Moçambique e, como tal, é uma prioridade para nós criar um ambiente que lhes permita criar uma família e simultaneamente desenvolver uma carreira profissional de sucesso. Com a implementação desta nova Política, seremos capazes de expandir a nossa política de maternidade padrão, bem como dar a oportunidade das nossas colaboradoras escolherem qual das opções lhes é mais vantajosa. Temos por isso, a forte convicção de que com o lançamento desta nova Política, seremos capazes não só de atrair, mas também de reter alguns dos melhores talentos de Moçambique e em particular da Vodacom."

"Muitas mulheres talentosas deixam de parte a sua carreira profissional porque enfrentam a escolha difícil entre ser mãe e o desenvolvimento de uma carreira de sucesso. A nossa nova Política de Maternidade Global irá apoiar mais de 1.000 funcionárias do Grupo Vodafone por ano, nomeadamente em países onde a assistência e apoio legislativo à maternidade é quase inexistente.“ defende Vittorio Colao, Chief Executive do Grupo Vodafone. 

No final do evento, Jerry Mobbs da Vodacom voltou a reforçar: “Acreditamos que o apoio às mães que trabalham nos vários departamentos e sectores da nossa organização trará melhores resultados e decisões, e por conseguinte uma cultura melhor e uma compreensão mais profunda das necessidades dos nossos clientes”.